Tablado de Arruar

O Tablado de Arruar foi fundado em 2001, e se iniciou como grupo de teatro de rua e vem, desde 2008, se utilizando de diversos tipos de espaço para a realização de seus espetáculos: peças para espaços relativamente convencionais (Abnegação – indicado ao prêmio APCA de melhor texto), peças de rua (Helena pede perdão e é esbofeteada) e também peças encenadas em espaços não-convencionais (Mateus, 10 – prêmio Shell de Melhor autor; prêmio CPT de melhor espetáculo de espaço não-convencional). De 2008 a 2010 o grupo esteve envolvido em um processo de trabalho juntamente com o coletivo de trabalho do diretor alemão Tillman Koehler, que resultou em uma peça criada e apresentada em Berlim e depois em São Paulo: Pele de ouro / Haut aus Gold. Tal processo modificou em muito o trabalho do Tablado de Arruar, que passa pela tentativa de dar forma, em cena, às diversas manifestações da violência no cotidiano brasileiro. Tal pesquisa vem se desdobrando e parece ter um de seus momentos mais claros na peça Abnegação, em que o foco recai sobre os pressuposto violentos das relações de poder, político-partidárias, no Brasil. Para todos os seus projetos de pesquisa e encenação o grupo tem contado com todo o tipo de apoio estatal, como a Lei de Fomento ao Teatro, Proac, Prêmio Myriam Muniz, Caravana Petrobrás, além de apoios internacionais como o do Kulturstiftung des Bundes, e tantos outros apoios que ao longo do tempo possibilitaram a pesquisa em desenvolvimento. Em 2012 o grupo encena Mateus, 10 , espetáculo que recebe o Prêmio CPT de melhor Espetáculo do Ano, e o Prêmio Shell de Melhor Ator Alexandre Dal Farra. Em 2014 estreia Abnegação (indicado ao prêmio APCA de melhor texto). Recebeu indicações e premiações dos principais prêmios nacionais (Shell, APCA, Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro),

Curta nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>